< Voltar

 
 

Análise do Ibovespa 1998 ~ 2008 com escala logarítmica e linear

E Itabaiana - 12set08

   

A presente análise tem por objetivo comparar os gráficos do Ibov desde 1998 até janeiro 2008, utilizando candlestick semanal e escala logarítmica, também conhecida como 'semi-log', e a escala linear.

A utilização da escala vertical logarítmica é um recurso utilizado para suavizar fortes diferenças de amplitude, como é o caso nos períodos antes e depois de 2002, respectivamente com pequenas variações e depois muito mais fortes; aportando assim, uma visualização mais homogênea.

Os dois gráficos abaixo mostram esta diferença, sendo o primeiro com escala logarítmica e o segundo com escala linear (normalmente utilizado pela InvestGraf).

Independentemente da escala utilizada, identificamos exatamente os mesmos elementos e indicadores em ambos (como não poderia deixar de ser):

- pivot de alta atingiu a expansão de 76.4%, sinalizando exaustão na alta de preços;
- em ambos casos, as LTAs primárias de longo prazo não foram perdidas;
- macd negativo em queda;
- a perda da LTA vermelha, significa venda imediata (aprox. em 54.000).

Não há visualização de candlestick ou sistema fractal - normalmente utilizados pela InvestGraf em análises de períodos menores.

Como estratégia de curto prazo, boas compras podem produzir-se nos momentos em que os ativos tocam uma LTA e reagem, sempre com existência de um pivot, definindo stop curto, sem emoções e independentemente das noticias terríveis neste momento.

Como estratégia geral, a venda deve ocorrer no momento em que o preço atingir seu objetivo ou perder a LTA, o que ocorrer primeiro.

O resultado desta análise não difere daqueles apresentados nos gráficos de longo prazo publicados pela InvestGraf - Ibov e S&P500, onde constatamos a alta há mais de cinco anos, o que estatisticamente é improvável seguir ocorrendo. Em outras palavras: o momento é de risco!

Por outro lado, lembre-se que o valor do seu dinheiro varia de forma linear no seu bolso.

 

 

Abaixo, o mesmo gráfico visto com escala linear. Observe que enquanto na escala logarítmica a visualização de uma única LTA é simples, na escala linear vemos LTA primária e secundária, oferecendo outra possibilidade para ver a 'mesma coisa'.

 

 

Por último, o mesmo gráfico visto com LTAs linear e semi-log., oferecendo outra possibilidade de análise.

 

 

5nvestGraf Investment Coaching © 2015 Todos os direitos reservados